top of page

Jabuti descalço

Este ano assisti pela televisão a entrega do prêmio Jabuti, a estatueta mais cobiçada pelos escritores brasileiros. Meu interesse se deveu à minha inserção no meio literário a partir de 2019 e ao fato de que tinha um amigo concorrendo como finalista categoria de contos, estava ali, torcendo por ele.

 

Enquanto aguardava a divulgação dos premiados em cada categoria, me veio à cabeça uma curiosidade: porque o nome “jabuti” fora escolhido para nomear um prêmio literário? Numa rápida pesquisa descobri que a escolha do nome foi influenciada, sobretudo, pela valorização da cultura popular brasileira, das raízes indígenas e africanas e de suas figuras míticas.  Entre o final do século XIX e o início do século XX grandes figuras como Sílvio Romero, Mário de Andrade, Luís da Câmara Cascudo e Monteiro Lobato, entre outros, foram responsáveis por transmitir esse legado de uma geração à outra.

 

Monteiro Lobato foi, provavelmente, o mais prolífico na recriação literária das histórias desses personagens meio enigmáticos, meio reveladores e sempre sedutores do folclore nacional. Um deles, como se sabe, é o jabuti.

O pequeno quelônio, já familiar no imaginário das culturas indígenas tupi, ganhou vida e personalidade nas fabulações do autor das “Reinações de Narizinho”, como uma tartaruga vagarosa, mas obstinada e esperta, cheia de tenacidade para vencer obstáculos, para superar concorrentes mais fortes e chegar à frente ao final da jornada. Com essas credenciais, o jabuti ganhou também a simpatia e a preferência dos dirigentes da CBL (Câmara Brasileira do Livro), que o elegeram para inspirar e patrocinar um prêmio que homenageia e promove a literatura.

 

Meu pensamento voou para a figura desse jabuti com sua carapaça lustrosa, por onde saem pequenas e desajeitadas patas. Tive um pouco de pena...elas parecem fazer um enorme esforço para sustentar o peso do casco. Não sei por que motivo me surgiu, como por uma lente invertida, a imagem pés diminutos levantando, a cada passo, enormes tamancos de madeira.

 

Enquanto me divertia com essa alegoria, fui observando a subida dos premiados ao palco. Os ganhadores nas diversas categorias literárias, e suas subcategorias de crônica, poesia e romance, foram galgando as escadas para receber o prêmio, os abraços, as palmas e a foto oficial.

 

A câmera registrava, com um zoon preciso, os passos dados pelos felizes escolhidos rumo ao palco, de um ângulo em que era possível notar o que estavam calçando. Comecei a perceber uma regularidade nos pés femininos que me deixou perplexa – um após outro foram desfilando calçados robustos, escuros, com solados ora de couro, ora de borracha, a maioria fechados até o tornozelo, mas sempre dentro de um mesmo padrão estético. Deles saiam pernas finas ou largas, não importa, sempre desproporcionais à calota que tocava o solo – a figura do jabuti imediatamente povoou minha lente, e a cada passo eu só conseguia ver aquele simpático cágado com pequenas variações de cor, seguindo rumo à fama.

 

De imediato tive a certeza de que esse é um “dress code” de quem pretende entrar para o seleto círculo de escritores com potencial ao prêmio. Olhei para os meus pés, fiz uma vistoria no meu armário, dei uma olhada no site das lojas de calçados que conheço. Nunca, jamais, um exemplar como esses tinha habitado o meu guarda-roupas e, mesmo que quisesse ser aceita nessa confraria do calcante, nem saberia onde encontrá-los.

 

Minha conclusão foi simples – nunca entrarei para o rol dos ganhadores da cobiçada estatueta, independentemente de ter ou não talento literário. Eu não preencho o requisito básico dos pés de Jabuti.

73 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Pesadelo?

4件のコメント


luciliarchaves
1月01日

Muito bom! Adoro esse tipo de observação. observar detalhes acaba sendo muito divertido!!! Mas que vc escreve bem, com ou sem jabuti, é incontestável!

いいね!

golfnegocios
2023年12月25日

Essa escritora admirável AHR pode receber o prêmio de salto alto ou descalça. O talento não liga para calçado.

いいね!

Ana Raja
Ana Raja
2023年12月09日

Adorei! Muito boa a sua observação dos sapatos dos premiados. Fui ver se tenho algo parecido no meu armário e não encontrei. Estamos juntas nesse palco.

いいね!
Ana Helena Reis
Ana Helena Reis
2023年12月09日
返信先

Sim amiga! Dei muita risada quando percebi o padrão de calçados jabuti!

いいね!
Publicações
bottom of page